quinta-feira, julho 12, 2007

  • Angell
  • E Os 5 Livros São...

    A Duca, lançou-me dois desafios. O 1º - Escolher 5 livros. O 2º - Escolher a 5ª frase completa da página 161 de um livro e postá-la aqui.

    Bem, quando a Siona, me entregou as "Batatas Literárias"; acabei por eleger os livros que mais me marcaram até hoje. Dependendo da fase da minha vida, do quanto me tocou...

    Agora, irei escolher outros que também me agradaram. Afinal, só escolher 5 livros, no meio de tantos com géneros tão diversos; não é tarefa fácil; mas não impossível...

    E Os Livros São... :

    A Lenda do Pântano - Sir Arthur Conan Doyle - Suponho que deveria ter onze ou douze anos quando li este livro bem velhinho, do meu pai. Talvez seja mais conhecido com o título (pelo menos no cinema); "O Cão dos Baskervilles". A história roda á volta de uma lenda de um nobre cruel, Hugo de Baskerville, que fora morto por um cão descomunal, sobrenatural. Passaram-se vários anos, e outro descendente volta a morrer vitima de um cão, novamente... Agora só resta um único descendente; e cabe ao brilhante, e fantástico Sherlock Holmes; e fiel amigo, Dr. Watson, desvendarem o caso.

    Contos do Nascer da Terra - Mia Couto - São várias histórias, vários contos sobre o "nascer da Terra". Tal como nota do autor: "Não é da luz que carecemos. Milenarmente a grande estrela iluminou a terra, afinal, nós pouco aprendemos a ver. O mundo necessita ser visto sobre outra luz: a luz do luar, essa claridade que cai com respeito e delicadeza. Só o luar revela o lado feminino dos seres. Só a lua revela intimidade da nossa morada terrestre.
    Necessitamos não do nascer do Sol. Carecemos do nascer da Terra."

    Do Amor e Outros Demónios - Gabriel Garcia Marquez - Mais um que escolho do autor. A história de Maria de Todos Los Angeles; que mesmo depois de morta; os seus cabelos ruivos continuaram a crecher durante duzentos anos... A partir daqui começa a história da personagem antes de morrer...

    Ensaio Sobre A Cegueira - José Saramago - Que dizer de uma cegueira brusca e colectiva? Onde de repente todos foram privados desse sentido? Uma escrita rude, dura; onde pontua sempre a ausência de pontuação. Mais um livro de um dos meus escritores de eleição!

    Mãe Terra, Pai Céu - Sue Harrison - Um pouco de pré-história, e homens pré-históricos, a rudeza da vida. A sobrevivência do mais forte. Os nossos antepassados. O início da nossa evolução... A escrita prende-nos á sua leitura; ou seja, á história de Chagak e Shuganan.

    A 5ª Frase...

    Escolhi o livro "Mãe Terra, Pai Céu" : "A rapariga estava deitada no chão ao lado dele, dobrada sobre si mesma, com o cabelo a cobrir-lhe os seios como uma cortina negra. Mesmo à fraca claridade da ulaq, Shuganan podia ver as nódoas negras que ela tinha nos braços e nas pernas. Mas não teve forças para a abraçar, para a confortar."

    Agora cabe-me escolher 5 blogs para continuarem a saga literária. Para ambos os desafios. Irei escolher outros (diferentes dos da última vez). Gostaria de salientar (como sempre); que só aceita este desafio quem quizer; e que uma vez aceite não precisam de escolher ninguém. Ainda que, acho um desafio muito interessante; na medida em que ao falarmos sobre literatura, só serve para aumentarmos o nosso conhecimento; sobre a mesma. Conhecermos novos títulos, autores, pensarmos, quem sabe, nos próximos livros a ler?

    Os blogs são...

    Amor como o delas

    Apenas eu

    Small Heaven

    Um coup du ciel

    Vida a duas
    ________________

    Foto: Ler - http://blogs.ya.com/miedoavolar/filer/ler_devagar_joel_novais.jpg

    20 Comments:

    Blogger DUCA said...

    Boa Angell, bom gosto literário!

    Beijo

    11:01 da manhã  
    Blogger MC said...

    Obrigada, Angell, pelo desafio... Preciso de pensar um pouco com calma e logo responderei...

    Bjos

    11:05 da manhã  
    Blogger Caracolinha said...

    Olá minha ternurinha linda ... pois olha ... sabes que aqui a molusquita teve o enorme privilégio de ter dado um grande aperto de mão ao teu escritor de eleição em plena Festa do Avante ????

    Com direito a livro com dedicatória e tudo ???? ... pois ele tem um aperto de mão forte e ao mesmo tempo gentil, não te sei explicar ... mas soube muito bem ... e é realmente um escritor fabuloso ... mais um a quem este país não sabe dar valor ...

    Boas as tuas escolhas, bom o teu espaço ... fiquei deliciada com a tua visita querida ... volta sempre porque a porta da casca está sempre aberta para pessoas que sabem ser lindas, plenas, interessantes e positivas !!!!

    Hoje assim que puder linko-te para ficares dentro da casquinha ... :)

    Beijoca angelicalmente encaracolada, por ser de mim para ti ... :)

    12:53 da tarde  
    Blogger Idiota said...

    Não li nenhus dos escolhidos mas fiquei curioso com alguns :)
    Apesar de ter lido Mia Couto, e Garcia Marquez (além dos Cem anos, também li o Amor em Tempos de Cólera, mas o que escolheste não li)...
    De Doyle ainda n li nada... existem tantos que não li e gostava de ler... :(
    José Saramago teima em não conseguir ser lido por mim...

    Beijo.

    :)

    1:16 da tarde  
    Blogger S.M. said...

    Ola!
    Excelentes escolhas! Seriam ótimas sugestões para as minhas férias, se não tivesse uma tese p fazer :) Claro que aceito o desafio, mas deixa-me só entregar o trabalho final do semestre. Depois vou à prateleira e escolho. Vai ser difícil pois adoro ler e há tantos livros bons, por uma razão ou outra... Até breve e obrigada pelas visitas ao meu bloge. Bjs

    5:34 da tarde  
    Blogger Caracolinha said...

    Queridinha, já estás "angelicamente linkada" ... ;)

    'jinho encaracolado !!!!

    7:06 da tarde  
    Blogger papagueno said...

    Um beijinho e boas leituras.

    8:43 da tarde  
    Blogger wind said...

    Gosto dos teus gostos literários:)
    Beijos

    9:38 da tarde  
    Blogger Memory said...

    Boas escolhas. Li 3 dos aqui citados. O de Mia Couto ( aliás um dos meus autores africanos preferidos juntamente com Pepetela ), O do Gabriel Garcia Marques ( como não podia deixar de ser ) e O do José Saramago. Os outros não li, embora tenha já ouvido falar neles. Já fiquei com uma ideia mais clara deles....talvez para uma proxima...:):)

    Bjs

    11:55 da tarde  
    Blogger Maria José said...

    E talvez não só do nascer da Terra.
    Mas também careçamos do nascer de nós, quantas vezes adiado sem motivo; quantas vezes atrasado pelo não-sei-o-quê que assusta sem ter rosto.

    Grandes livros.
    Grandes escolhas.

    A da frase, por exemplo, um exemplo do poder do silêncio. Na proximidade. Na distância. Mesmo se à distância de um dedo.

    7:11 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Duca,
    Obrigada rapariga, ainda bem que gostaste! :)

    Bjs!

    9:18 da tarde  
    Blogger Angell said...

    MC,
    De nada, pensa o tempo todo que precisares, rapariga! :)

    Obrigada eu por aceitares o desafio literário! :))

    Bjs!

    9:20 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Caracolinha,
    A escrita de Saramago, foi-me dada a conhecer por uma professora; que muito me incentivou para a escrita e leitura. :)
    A partir dai tem sido o escritor que mais tenho lido; e mais livros tenho na estante... :))

    Acredito que deva ter sido mesmo, uma emoção muito boa! É realmente um escritor fantástico! Pena que muitas vezes não se dê mais valor ás pessoas...

    Obrigada pelas tuas palavras, linda! Claro, que irei voltar ao "Snail Tale"! Gosto do que tu públicas por lá na tua casquinha. :))

    Bjs angélicamente encaracolados por ser de mim para ti! :)

    9:50 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Idiota,
    Gabriel Garcia Marquez, é daqueles escritores que depois do "100 Anos De Solidão", fiquei a gostar da sua escrita. O "Amor Em Tempos De Cólera", ainda não li.
    Houve, uma altura, na minha adolescencia, em que devorei romances policiais. Todos os que o meu pai possuia; Doyle, Agatha Christie, Ellery Queen...
    Saramago, bem sei que a escrita é algo estranha, diferente, mas muito interessante...

    Dos que tu escolheste também li poucos; e o do Italo Calvino, "Cidades Invisiveis"; fiquei com curiosidade de o ler... :)

    Bjs!

    10:08 da tarde  
    Blogger Angell said...

    S.M,
    Olá! Faz só quando puderes! Bons estudos para a tese. Obrigada por teres aceite o meu desafio. Não me agradeças as visitas ao teu blog. Tu escreves muito bem, em prosa ou poema, e eu gosto... Tão simples quanto isso... :)

    Bjs!

    10:15 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Caracolinha,
    Obrigada rapariga; também já estás encaracoladamente linkada por cá... ;)

    Bjs angélicos!

    10:18 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Papagueno,
    Um bj e boas leituras, também para ti, rapaz! :)

    10:19 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    Muito obrigada, rapariga!

    Bjs!

    10:21 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Memory,
    Com que então 3 livros, hem? Sabes, sobre Mia Couto, não conheço muito sobre o escritor.
    Quanto a Doyle, para mim, por ter criado a personagem de Sherlock Holmes; um génio da dedução. Sue Harrison, escreve sobre a pré-história, como ninguém. Não me lembro se este livro pertencia a uma trilogia, ou não! Sinceramente a ideia diz-me algo, mas não sei...

    Ainda bem, que te deixei uma ideia mais clara, sobre esses livros! :))

    Fica bem, rapariga!

    Bjs!

    10:30 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Maria José,
    Palavras sábias, rapariga! O carecer de nós, adiado sem motivo e atrasado, por termos medo sem sabermos bem do quê...
    Isso prende-nos, e não nos deixa sermos livres para vivermos e sentirmos... Há que dar a volta á situação...

    Obrigada! :)

    Gostaria de saber o porquê da "5ª frase completa da página 161 de um livro". Essa foi a frase, tão bem decrita e sentida por ti... :)

    Bjs!

    10:41 da tarde  

    Enviar um comentário

    << Home