domingo, março 04, 2007

  • Angell
  • Não somos objectos... mas pessoas!!!

    Quero esclarecer algumas coisas aqui no "Imagine me And You... Forever". Quero porque quero, não por obrigação de nada! Primeiro que tudo tem a ver com os rótulos que teiman em catalogar os seres humanos. Todos nascemos livres e iguais, a vida depois encarrega-se de cada um seguir os seus caminhos. Ora ai está, cada um faz da sua vida o que quer; em busca do que deseja para si. O que é absolutamente normal! Todos temos direito a ser felizes. O que desejamos ou deixamos de desejar, é problema nosso e só nosso. Se é que seja um problema! Falo sobre a orientação sexual de cada um. Quer sejamos heteros, bis, trans, gays e lés, a intenssidade de amor, de entrega por quem amamos é a mesma. É igual, pelo menos é o que eu acho; mas respeito a opinião de cada um; e espero que a minha também o seja. Será pedir demais? Nós não somos objectos que estamos numa qualquer prateleira e que precisam de código de barras. Gosto de pessoas, pelo que elas são, não pelas suas escolhas sexuais.

    Quando iniciativas aparecem como a da Anabela Rocha, sobre contos lésbicos; acho que seja positivo. É uma forma de dar a conhecer o lado lésbico; que existe e o lado positivo do mesmo; mais que não seja na abertura de mentalidades. Sobre Teresas e Helenas, se pretendem casar; pois porque não? Se sentem que é o que querem, se forem mais felizes assim! Embora não seja preciso uma argola no dedo para vivermos felizes numa relação. Se as pessoas querem fazer manifestações de orgulho lésbico/gay que as façam. Cada qual é livre de fazer as suas escolhas e opções, e só há que as respeitar!

    Para mim, as pessoas ao meu redor têm que me ver como o ser que sou, a amiga, a filha, a irmã, a tia, a colega. Isso é o que sou, e isso é que é o importante, não é? Não somos objectos... mas pessoas!!!

    Com todo o respeito e consideração para quem irá ler estas linhas!

    Um abraço!

    Angell
    _____________
    Foto: www.artvesna.com/images/codigo_ojo.jpg

    16 Comments:

    Blogger Maria said...

    Belas palavras amiga, e tão certas e justas. Cada qual tem o direito de ser e fazer o que entender, e se os outros não tiverem capacidade de conviver com isso que passem muito bem.
    Beijitos
    Maria

    2:23 da tarde  
    Blogger wind said...

    Escreveste como penso. As pessoas valem e são por si só. Detesto rótulos.
    Repara que também se rotula os africanos e os estrangeiros.
    Há que acabar com os preconceitos tdos, mas com a igreja ainda no poder, vai demorar muitos anos.
    beijos

    3:55 da tarde  
    Blogger Always said...

    Respeito, acima de tudo, pela dignidade e integridade do indivíduo para além de rótulos e categorias - e isso que defendo. :)

    Bjs

    5:27 da tarde  
    Blogger (' ') said...

    Falou, disse e muito bem dito!

    6:07 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Maria,
    Cada individuo é uma ilha com sentimentos e afectos aos mil; e com qualidades e defeitos, igualmente.

    Agora cada qual deve ser livre para viver e encontrar o seu caminho neste mundo. Quem não concorda tem direito ás suas ideias. A vida pode ser muito injusta, mas também muito bela amiga! :)

    Respeitar e ser respeitado, acima de tudo!

    Bjs!

    7:16 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    Nem mais! É verdade que os africanos e os estrangeiros são igualmente rotulados. Por vezes por acções de uma minoria, pagam a maioria.

    Seria muito bom que todos os preconceitos tivessem a validade a acabar! :)

    Bjs!

    7:26 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Always,
    Sem respeito, não iremos a lado nenhum!

    Todos temos o direito de optarmos pelo que queremos; e sem dúvida que a dignidade e integridade do indivíduo deverá estar acima de preconceitos, rotulagens e outras coisas menos dignificantes para um ser humano! :)

    Bjs!

    7:36 da tarde  
    Blogger Angell said...

    (' ')
    Obrigada por concordares!

    Bjs!

    7:38 da tarde  
    Blogger wind said...

    Olha vou-te linkar,para não andar às voltas sempre que aqui venho:)

    10:04 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    O teu "Words" também já "mora" cá em casa! :)

    Bjs!

    11:14 da tarde  
    Blogger whitesatin said...

    Absolutamente de acordo.
    Só gostava que não fossemos uma minoria todos os que pensamos desta forma.

    :)

    11:47 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Whitesatin,
    Bem vinda aqui ao "Imagine..." :)

    É mesmo uma pena que estejamos em minoria; mas as minorias também contam; também se multiplicam... e podem formar multidões! :)

    Bjs!

    7:06 da tarde  
    Blogger serotonina said...

    A discriminação é um insulto à natureza humana. cada pessoa vale pelas suas características. e é isso que nos faz aproximar ou não de uma pessoa. As suas opções sexuais nunca mascaram as sua forma de ser. Afinal de contas, ninguém foge à sua natureza.

    10:20 da tarde  
    Blogger wind said...

    Eu linkei-te mas no webclub, no words não tenho links de ninguém:)
    bjs

    11:07 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Serotonina,
    A discriminação é um acto violento, contra a dignidade de um ser humano. Devemos apreciar o cerne das pessoas; o seu jeito de ser. A opção sexual não nos faz sermos melhores ou piores pessoas!

    Concordo contigo, e tu comigo! :)

    Bjs!

    7:32 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    Tudo bem, já visitei também o webclub! :)

    Fica bem!

    Bjs!

    7:35 da tarde  

    Enviar um comentário

    << Home