domingo, abril 08, 2007

  • Angell
  • Butch, Femme ou Kiki... Nada Disto Por favor!

    Detesto rótulos nas pessoas! Até parece que isso as fazem melhores ou piores do que as outras! Enquanto muitos preocupam-se em tentar adivinhar a orientação sexual dos outros, e a cuscuvilhar a vida alheia; deviam de ser mais interiorizados; e olharem as suas próprias vidas! Pensarem nos que realmente fazem mal na sociedade; todos os que agridem, magoam fisica e mental outro ser humano.

    Todos nascemos com uma maneira de ser e vamos a cultivando no crechimento e durante toda a vida. A maneira de pensarmos, de agirmos, é só nossa. Se usamos cabelos curtos, sem maquilhagem, andamos sempre de calças e temos maneiras... menos femininas, já está! Somos marias rapazes, gostamos de mulheres e claro o rótulo de butch assenta logo que nem uma luva. Tantas mulheres heteros que gostam de vestir-se assim, porque acham mais prático e sentem-se bem assim! Claro que as ditas femmes dão menos nas vistas. Isto porque são muito femininas e assim o mostram aos outros. Aqui coloca-se a dúvida sobre a orientação sexual da rapariguinha! Não , não é possível; é tão feminina, tão doce, tão gira... Não posso esquecer-me das kikis (que raio de nome); são as que não são uma coisa, nem outra. Interessante!

    O interessante nisto tudo é o respeito que todos os seres humanos têm direito. Se gostam de vestir-se de agir de outra forma; de amar de outra forma... que assim seja! O que importa é ser feliz!

    Já agora, também visto-me como uma butche e tenho cabelos curtos; roupa mais prática e necessária no meu dia a dia. No entanto quando vou sair coloco um fio, uns anéis, umas botas; sou femme? Já percebi, no fundo sou uma... kiki (que raio de nome) é isso?
    ______________________________
    Foto e informação mais completa: http://mixbrasil.uol.com.br/mp/upload/noticia/2_105_59058.shtml

    18 Comments:

    Blogger Maria José said...

    Por vezes maria-rapaz e, por vezes também, a menina de vestidinho como manda a etiqueta das antigas e boas famílias. Sou as duas. Rótulos? Nunca tinha pensado neles desta forma. Será que me olharam com essas dúvidas e ideias preconcebidas? Será que o pôr a fasquia sempre tão [supostamente, para quem está de fora] alta nos rapazes de que me acercava, fez com que, portanto, a atenção se desviasse para a vestimenta e para um tentar desenfreado de descobrir quem e como era afinal este Eu? Bem, se assim foi, azar o de quem se deu a esse trabalho!

    :)

    8:55 da tarde  
    Blogger wind said...

    ll, fizeste-me rir com este post. Agora diz-se kikis?:)=)))
    Antes dizia-se andrógenas:)))
    beijos

    8:59 da tarde  
    Blogger Alma Nova said...

    Amiga, respeitar os outros e ser por eles respeitado deveria uma norma de vida aplicada a cada passo do nosso caminho. Rótulos são falsidades, mitos, preconceitos, que só servem para discriminar e "camuflar" (muitas vezes) os erros de quem os coloca. Jokitas.

    11:48 da tarde  
    Blogger serotonina said...

    adorei o post! fantástico. Pois eu devo ter dias. Entre butch e kiki. Lol!

    9:41 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Maria José,
    Infelismente os rótulos existem! Na verdade é algo para o qual não ligo! Nem ninguém devia basear-se nas roupas ou trajeitos de alguém, para tirar sejam que conclusões forem. Ninguém tem nada a ver com isso; nem com a vida de cada um! São muitas as mulheres que gostam (e ficam bem) com cabelos curtos. Que sentem-se bem com roupas práticas (calças de ganga, t-shirt ou camisa); e sem pinturas. Isso não quer dizer que sejam lésbicas. Também temos que pensar que se calhar no dia a dia, no trabalho (por exemplo), essas são as vestementas mais adequadas.

    Tens razão, azar o de quem se dá ao trabalho de querer ver os outros á lupa; e tirarem conclusões. O problema é deles! :)

    Bjs!

    9:42 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    Com que então, eu fiz-te rir? :) Pois é; as kikis (que nome mais estranho) não me saem da cabeça! Especialmente sendo eu uma... ;)))

    Bjs!

    P.S.: Kikis e Andrógenas são a mesma coisa! :)

    9:49 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Alma Nova,
    Amiga, nem mais! Sem tirar nem por! Muitas vezes quem levanta esses preconceitos; são precisamente os que têm algo a ocultar. Talvez até nem tenham a coragem (apesar de quererem)de ser como os que tanto criticam! O respeito mútuo deveria de ser algo praticado e inquestionavel, sempre! :)

    Bjs!

    10:04 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Serotonina,
    Obrigada rapariga! já somos duas! :)

    Bjs!

    10:06 da tarde  
    Blogger Idiota said...

    Não sei muito bem, mas a mim parece-me que somos nós mesmos que nos rotulamos. As pessoas só dizem aquilo que vêm no rótulo... Quando tu só unicamente vestes roupa cómoda confortável e a rapazada estás a colocar o teu próprio rótulo...
    (Isto é o meu entender.) E, sem querer ou por querer sem notar, estás a dizer às pessoas num sufoco ou não a tua identidade.
    Acho que o que tu não gostas é da reacção das pessoas a esse rótulo que tu colocaste a ti mesma. Eu aceito tudo, talvez por ser idiota... Mas há muita perturabação no mundo... é só preciso não te deixares desconcentrar com isso, o resto a vida o dirá...
    Não sei muito bem, mas a mim parece-me que somos nós mesmos que nos rotulamos. As pessoas só dizem aquilo que vêm no rótulo... Quando tu só unicamente vestes roupa cómoda confortável e a rapazada estás a colocar o teu próprio rótulo...
    (Isto é o meu entender.) E, sem querer ou por querer sem notar, estás a dizer às pessoas num sufoco ou não a tua identidade.
    Acho que o que tu não gostas é da reacção das pessoas a esse rótulo que tu colocaste a ti mesma. Eu aceito tudo, talvez por ser idiota... Mas há muita perturabação no mundo... é só preciso não te deixares desconcentrar com isso, o resto a vida o dirá...

    12:53 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Idiota,
    Sabes, eu posso vestir-me mais cómoda; por gostar e por motivos profissionais até; mas não sou arapazada; nem sequer rotulada! Muito pêlo contrário! Não sei, nem quero saber o que os outros pensam de mim! Eu sou mais eu! Gosto de pessoas por aquilo que elas são e é assim que gostam de mim! O exterior... é só o evólucro, nada mais! Por isso aceito todas as pessoas, e acima de tudo, muito respeito! Se isso é ser idiota (como tu dizes); também o sou! A vida pode ser complexa; uma incógnita; mas todos temos o direito de ser felizes e seguirmos o caminho que escolhemos!

    Fica Bem!

    7:39 da tarde  
    Blogger not me said...

    Ola... mas, existem rotulos para tudo, e claro que também para a forma de vestir! Claro que nem sempre a roupa dá uma antevisão da personalidade da pessoa que a veste, é esse o meu caso, mas paciência, eu visto-me assim, e se quisesse ser rotulado de outra forma vestia-me de outra forma! Ou seja, no fundo o menos importante é o rotulo que te colocam, porque se não corresponde acabas por surpreender e isso é sempre bom! Be happy!

    8:32 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Not Me,
    Olá, pois é existem rótulos para tudo; mas para rotular as pessoas; não deviam de existir! Não somos objectos; com códigos de barras! A maneira de vestir pode criar rótulos; nem sempre verdadeiros! Por vezes o que parece ser não é... E o que não parece é... O importante é sermos fiéis a nós próprios! Be happy!

    9:11 da tarde  
    Blogger Idiota said...

    eh eh... Não fica engraçado postar a mesma coisa 2 vezes... diz-se a mesma coisa mas o texto fica muito maior... faz arregalar o olho!!!
    Mas foi sem querer...
    Infelizmente o que devia e é tem sempre muita incongruência...
    No entanto não me parece que num determinado estilo de moda de roupa não se encontre roupa confortável. Até para cerimónias oficiais me parece que pode existir roupa confortável... Não me parece que a questão esteja só no conforto parce-me mais ligada ao aspecto e o aspecto rotula... e qual é o problema de se gostar de roupa diferente ou igual a outros mas diferentes de tantos outros... O mundo é tão grande... que as pessoas decidiram regionalizar-se e na região cada um tem o seu fato tipico não é... Eles são madeirenses, eles são transmontanos... não é??
    Com a minha idiotice sou feliz!;)

    9:42 da tarde  
    Blogger whitesatin said...

    "(...)há muita perturbação no mundo... é só preciso não te deixares desconcentrar com isso, o resto a vida o dirá..." - disse o Idiota, e eu concordo com ele.
    No fundo, todos nós nos rotulamos uns aos outros. Alguém me chama de lésbica, eu respondo que é xenófobo; alguém me chama de africana, eu respondo que é racista; alguém me diz que menina não usa calças, eu respondo que é machista. O preconceito faz parte da cultura perturbada e ignorante dos povos. Por isso é como o Idiota afirma: "a vida o dirá..." com o tempo. Só com a passagem do tempo se consegue modificar as mentalidades. Haja preseverança na tolerância ;)

    Beijos

    12:14 da manhã  
    Blogger Angell said...

    Idiota,
    Roupa confortavel e prática que se adapte ao estilo ou trabalho de cada um! Pois, que os trabalhos também têm importância neste aspecto. Suponho que podemos estar confortáveis, bem vestidos e com estilo... até numa cerimónia oficial! O principal é sentirmo-nos bem com nós próprios! Pois que nesta coisa dos rótulos também temos as maneiras de vestir de tantas regiões por este mundo a fora (bem verdade)... Todos tão diferêntes a vestir; mas todos com direitos iguais nos sentimentos... ;)

    12:02 da manhã  
    Blogger Angell said...

    Whitesatin,
    Bem vinda de volta, rapariga! Já tinha saudades tuas! :)

    O tempo é que nos diz tantas coisas; imaginemos o que tem dito a tanta gente desde que o Mundo é Mundo! Com ele iremos ver como as mentalidades irão evoluir ( tenho esperanças que para melhor); onde o respeito pelo próximo seja palavra assente e sem hipóteses de ser questionada! ;)

    Bjs!

    12:16 da manhã  
    Blogger papagueno said...

    Então e aquele velho rótulo de tentarem adivinhar quem é que faz de homem ou de mulher? É o tipo de comentário que mais me irrita, só revela ignorância. Beijinhos e se não te importares vou-te linkar ao meu Bairro do Amor.

    6:01 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Papagueno,
    Bem vindo a este cantinho! Esse rótulo é mesmo pura ignorância, um mito! São ditos de pessoas cheias de preconceito, com ideias pré-concebidas de tempos muito remotos! Que nada têm a ver com a realidade!

    Na verdade, um casal lésbico são dois seres que amam-se e respeitam-se; como em qualquer outra relação!Pode até uma ser mais forte do que a outra; mas não é sinónimo que faça papel de figura masculina. Nem que vista-se ou tenha trajeitos como tal; ou que não seja ás vezes também frágil! São pessoas que têm uma vida normal; que são normais... apenas amam alguém do mesmo sexo! Será pecado amar? A felicidade é para todos e todos têm direito a ela! :)

    Estás á vontade para linkares o "Imagine..."! :)

    Bjs!

    9:34 da tarde  

    Enviar um comentário

    << Home