domingo, junho 10, 2007

  • Angell
  • Até Ao Nosso Encontro...

    Boa noite, minha querida. Mais um dia que finda e eu aqui, a pensar no amanhã. Faz-me bem desabafar. Aqui neste teclado as ideias, as constatações, as esperanças, os desânimos surgem e é assim que os exorciso...

    Penso em ti; pois como não o fazer? Sei que estás algures e que, a vida ainda não nos presentiou, com a alegria do nosso encontro. Sabes eu não gosto dos Domingos, são-me enfadonhos e custam a findar. Servem para descançar, é verdade, isso também é preciso, mas... O estar em casa de roda dos afazeres, ou outras distrações como ler, cinema e afins... não me conseguem preencher, nem alegrar. Mesmo numa multidão, no meio de algumas graças, conversas, no trabalho... enfim na vida... porque faltas-me tu...

    Olho em redor, vejo gente apressada com pressa de chegar, sempre num rodopio. Olho para mim, tenho pressa de fazer o meu trabalho; sempre tanto para fazer. As horas teimam em não passar, os pensamentos estão longe, sonhadores, com uma restia de esperança a alimentar-me a alma. Ás vezes perguntam-me em que penso. Perguntam-me se estava no mundo da Lua; a pensar em alguém... Pois, esboço simplesmente um sorriso; e continuo as tarefas que me são exigidas. Se não tivessemos a capacidade de sonhar, o que seria de nós; neste mundo que tantas vezes, nos quer simplesmente tragar? Onde é preciso buscar forças, onde nem sabiamos que as tinhamos? Como nos surpreendemos com as nossa capacidade de sobreviver. Nada de mostrar fraquezas; sempre com um sorriso; mesmo quando nos apetece chorar...Temos que camuflar para continuarmos neste mundo... Eu tento não desanimar. Até agora tenho conseguido manter-me de pé e firme. Não vergo fácilmente, tenho uma força grande no peito; e a esperança da felicidade tatuada no mesmo... Isso faz-me seguir em frente; e nos momentos de descontração, a calmia, o vagar faz-me pensar com mais clareza, e dos meus dedos saem palavras cheias de emoção, sem medos, nem receios de as mostrar... Sou uma apaixonada, uma sonhadora, que não gosta de camuflar o que sente.

    Agora minha querida, fica bem e... até ao nosso encontro...

    Beijos Com Carinho

    Angell
    ____________

    Foto: ... na construção dos dias - Autor: Carla Salgueiro - Fonte: Olhares.Com

    12 Comments:

    Blogger wind said...

    Está lindo o teu texto:)
    Continua a ser como é que qualquer dia quando menos esperares, alguém aparece:)
    Beijos

    1:28 da manhã  
    Blogger Idiota said...

    "Se não tivessemos a capacidade de sonhar, o que seria de nós;"->seria um mundo mais comedido concerteza ;), ainda não percebi quanto à amargura que nos poderia causar, qual o seu tamanho...

    "neste mundo que tantas vezes, nos quer simplesmente tragar? Onde é preciso buscar forças, onde nem sabiamos que as tinhamos?" -> Francamente nunca percebi....;) mas acho que deve ser ao nosso orgulho, amor próprio e em casos raros ao amor pelos outros ou dados pelos outros...

    " e dos meus dedos saem palavras cheias de emoção, sem medos, nem receios de as mostrar... Sou uma apaixonada, uma sonhadora, que não gosta de camuflar o que sente."->Ainda bem Gosto de como tu és...

    Beijo.

    PS- Eu tenho uma relação amor/ódio aos fins de semana... :), mas sobressai o lado amoroso ;)

    3:00 da manhã  
    Blogger Maria José said...

    Uma carta. Não de despedida; antes de esperança, de (desas)sossego momentâneo, de cores e cheiros únicos. Uma carta que marca uma posição sem ferir, onde se assume o que se teme, o que se anseia, o que se vê com olhos do desejo e da sinceridade, o que se procura sem encontrar, o que se observa sem poder mudar, o que se busca sem desistir. Até ao dia. Àquele dia onde as palavras não serão escritas em papel. Mas antes directamente no coração. Sem intermediários.

    :)

    7:27 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Wind,
    Obrigada, rapariga! Pelas tuas palavras e pela força nelas. Um dia quando eu menos esperar; ela irá aparecer e dar cor aos meus dias. Tenho fé, que sim! :))

    Bjs!

    10:32 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Idiota,
    Porque sonhar, faz-nos esquecer um pouco as tristezas que temos dentro de nós. Os problemas, são ignorados por instantes; e temos o ânimo reforçado, pelo simples facto de sonharmos acordados. Isso faz-nos enfrentar a vida diáriamente. :)

    Porque ás vezes tudo á nossa volta parece que está contra nós. Nada corre bem; os problemas multiplicam-se. As dificuldades parecem querer nos vencer. É nessas alturas que temos que buscar forças e energias, para sobrevivermos. Descobrimos então que somos mais fortes, do que pensavamos. Vamos encontrar essa força motivados por algo, por alguém; ou simplesmente por nós. :)

    É assim que eu sou. Obrigada pelas tuas palavras, rapaz! :)

    Bjs!

    P.S.: Os fins de semana, podem provocar esses efeitos em nós! ;)

    10:48 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Maria José,
    É isso tudo, sim rapariga! Uma esperança bem viva em mim. Uma vontade de lutar por ela; mesmo que isso signifique dificuldades vividas. Um dia a irei encontrar, nessa altura contarei com boa voz, o que tanto lhe escrevi, dediquei, sonhei... Ai, serei finalmente uma mulher feliz! :))

    Bjs!

    11:02 da tarde  
    Blogger bitter-sweet said...

    Presença num corpo ausente...

    2:01 da manhã  
    Blogger Maria said...

    Minha Querida Amiga,
    Livra-te de um dia deixares de ser como és..."Uma apaixonada, uma sonhadora, que não gosta de camuflar o que sente."

    Kolmi
    Maria

    9:24 da manhã  
    Blogger Angell said...

    Bitter-Sweet,
    Ela não está presente fisicamente; mas dentro de mim, ela mora e é bem viva; e assim será até o seu corpo ser real. :)

    Bjs!

    9:32 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Minha Querida Maria,
    Obrigada pelo teu apreço a tua estima e amizade. Eu sinto o mesmo por ti! :)

    Eu não vou perder a capacidade de sonhar; e de ser uma apaixonada, pelo amor e pela vida. Nem tão pouco de camuflar o que sinto.

    Podes ficar descansada, amiga! Obrigada pela tua força e apoio! :)

    Bjs!

    9:45 da tarde  
    Blogger By Alma Nova said...

    Sonhar é o que nos faz sentir vivos e bem reais! Sem os sonhos, as almas murcham e deixam de ver a luz. Jokitas.

    2:30 da tarde  
    Blogger Angell said...

    Alma Nova,
    São os sonhos que nos impulsionam para a vida. Com eles os nossos objectivos; são mais fáceis de alcançar. :)

    Bjs!

    10:30 da tarde  

    Enviar um comentário

    << Home